quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Salário que Dirceu pode ganhar está muito acima do padrão, diz sindicato



O salário de R$ 20 mil por mês que o ex-ministro José Dirceu vai receber do Hotel Saint Peter — se a Justiça autorizá-lo a deixar a cadeia — está bem acima do que o mercado do DF costuma pagar para um gerente de qualquer área. De acordo com o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília (Sindhobar), um gerente-geral do setor hoteleiro costuma ganhar entre R$ 5 mil e R$ 10 mil. Há exceções, geralmente ligadas à experiência do profissional e ao porte do hotel. “Os salários variam muito, mas, dependendo do tempo de serviço, com muita experiência, um gerente pode ganhar até R$ 12 mil, R$ 15 mil por mês”, disse o presidente do sindicato, Clayton Machado.
gallery-large_58Mas o representante classista ressalva: para atingir o topo da carreira de gerente é preciso conhecer bem como funciona esse negócio. “Ninguém chega à gerência sem ter passado por outras funções dentro da rede hoteleira.” E esse não seria o caso de José Dirceu. Para Machado, a amizade com o dono do Saint Peter, Paulo Masci de Abreu, foi determinante não só para que o ex-ministro conseguisse o emprego com carteira assinada como para a definição do salário. “Com certeza é coisa de amigo, essa não é a área dele (Dirceu). Os gerentes de Brasília devem estar bem incomodados.”
Nesta terça-feira (26), a defesa de Dirceu encaminhou à Vara de Execuções Penais do DF o pedido de trabalho externo. Entre os documentos apresentados, está a Carteira de Trabalho de José Dirceu, devidamente assinada pelo Hotel Saint Peter, com salário de R$ 20 mil para uma jornada de oito horas diárias. Como preso do regime semiaberto (condenado a 7 anos e 11 meses no processo do mensalão), o ex-ministro tem direito de trabalhar fora, desde que devidamente autorizado pela Justiça. Mas precisa dormir na cadeia todas as noites.

Nenhum comentário: