quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Fernando Bezerra avalia candidatura e fala em “pacto pela governabilidade do RN”

ytt-300x300Ex-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o empresário Fernando Bezerra, com passagem política pelo Senado da República e pelo Ministério da Integração Nacional, avalia como positiva a proposta do ex-deputado Ney Lopes de Souza (DEM), que sugere um pacto pela governabilidade do Rio Grande do Norte.
“Seja qual for o quadro, acho que tem que restabelecer condições de governabilidade, com um grande pacto em torno dessa governabilidade, que envolveria, não apenas o Executivo, mas o Legislativo e o Judiciário, através de uma análise mais aprofundada. Porque há problemas sérios”, diz. “Eu não acredito que um governador deixe de pagar a folha de pessoal porque quer. Ninguém de bom senso faria isso. Há dificuldade? Como removê-la?”, afirma o empresário.
“Acho importante avançar no pacto de governabilidade do futuro. A manter-se esse quadro, ficaria difícil para quem quer que seja governador do RN. Não estou falando em candidatura. Achei interesse a proposta de Ney porque é ampla e não é em torno de candidatura de ninguém. Acho um fato importante, porque algumas decisões de candidaturas poderão ser tomadas a respeito disso”, completa Bezerra, que é um dos nomes do PMDB para disputar o governo do Estado nas eleições do ano que vem.
Sobre 2014, Fernando Bezerra admite estar “considerando a possibilidade” de ser candidato a governador, mas salienta que o PMDB tem outros nomes, como Henrique, Garibaldi e Walter. “Eu acho que Henrique tem condições de ser candidato, tem um talento muito grande, nunca foi governador do RN. Eu o vejo como liderança nacional, num processo bastante positivo, de amadurecimento político, um sujeito muito inteligente, criativo”, diz, salientando que o fato de Henrique estar bem posicionado no cenário nacional ajudará bastante em caso de ele vir a ser governador.
Do ponto de vista eleitoral, segundo Bezerra, o ministro da Previdência, Garibaldi, é inquestionável. “Acho e até suponho que Wilma de Faria (presidente do PSB) se colocando como candidata a governadora, o nome mais forte num confronto com ela seria Garibaldi. Digo isso pelo que vi nas pesquisas”, afirma, citando o deputado estadual Walter como mais uma opção no PMDB.

Nenhum comentário: