terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Mais informações sobre o afastamento imediato da governadora Rosalba Ciarlini



O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, por cinco votos a um, votou pelo afastamento imediato da governadora Rosalba Ciarlini. Sobre ela pesa a acusação de abuso de poder político e econômico, ao ter desembarcado por 17 vezes, durante a campanha eleitoral de 2012.
O relator, juiz federal Marco Bruno Miranda, votou pela inelegibilidade da governadora Rosalba. Mas a divergência foi aberta pelo juiz Nilson Cavalcanti, que defendeu o afastamento imediato. Ele foi seguido pelos outros juízes: Carlo Virgílio, Artur Cortez, Verlano Medeiros e o desembargador Virgílio Medeiros.
Por Anna Ruth

Nenhum comentário: