domingo, 15 de dezembro de 2013

Roubos de carros e motos crescem 40% em três anos no RN

Nos últimos três anos, a quantidade de veículos roubados ou furtados no Rio Grande do Norte aumentou 40%. Em 2010, foram 2.068 veículos subtraídos e, até novembro deste ano, esse número saltou para 2.888. Em compensação, o índice de recuperação de veículos  aumentou 49% e a média de furtos ou roubos diários, em 2013, manteve-se no mesmo patamar do ano passado: 8. Para evitar maiores prejuízos, a população investe em segurança. Seguros de automóveis e instalação de rastreadores veiculares são as soluções mais comuns contra a ação dos bandidos.
As histórias se multiplicam e dão conta de como os bandidos agem livremente independente da hora do dia. Os números da Delegacia Especializada na Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov) relatam casos registrados em todo o Estado, mas é na Grande Natal onde ocorrem a maior parte dos roubos.
134129Na última terça-feira, uma estudante de 22 anos – ela prefere não revelar a identidade porque ainda está em estado de choque e teme retaliação por parte dos bandidos – tornou-se mais uma vítima dos bandidos.
Por volta das 16h, quando estacionava o carro na frente da casa de uma amiga, no bairro de Cidade Satélite, três homens se aproximaram. Dois deles estavam armados e anunciaram o assalto. “Foi tudo muito rápido. Estava com duas amigas e ninguém viu quando eles chegaram. A ação durou pouco tempo. Os homens levaram o carro (modelo Gol branco), bolsa e outros objetos das vítimas.
Os veículos preferidos pelos bandidos são os do tipo Uno, Gol e Palio. E os bairros em Natal que mais registram ocorrências são Lagoa Nova, Alecrim, Candelária e Nossa Senhora da Apresentação. Parnamirim é o município líder na Grande Natal. Para os especialistas, tais veículos são mais visados porque são carros populares e possuem baixo valor de revenda.
Continue lendo… »

Nenhum comentário: