quinta-feira, 2 de outubro de 2014

“Pinta natalense” dedura BG e fakes viram caso de polícia

Reprodução/Internet
Exemplos de como o perfil foi usado contra um dos candidatos
Pela primeira vez no Rio Grande do Norte o uso de perfis falsos nas redes sociais Twitter e Facebook gera elementos que podem gerar a cassação do registro eleitoral de um candidato. O caso tornou-se público ontem depois de uma ação proposta na Justiça Eleitoral que dá conta de um suposto esquema de gerenciamento de contas nas redes sociais usadas para atacar o candidato do PMDB ao Governo do Estado, Henrique Eduardo.

O detalhe mais interessante é que a investigação acerca desse esquema só “fechou” garça ao depoimento do publicitário Rodrigo Sérvulo, criador do perfil do “@pintanatalense” (“Boy Naldinho”), que possui 50,8 mil seguidores (no Twitter).O caso começou a partir do perfil @DepCopaDoMundo, em 7 de julho deste ano. A página no microblog Twitter vinculava mensagens com conotação eleitoral com ataques ao candidato do PMDB.

Na ocasião, os advogados da coligação de Henrique Alves entraram com uma representação junto ao Tribunal Regional eleitoral (TER), pleiteando a exclusão do perfil. O Tribunal julgou procedente a solicitação e determinou a exclusão da conta, bem como a quebra de sigilo dos cadastros e o fornecimento do endereço IP de quem criou o @DepCopaDoMundo.Os dados foram fornecidos pelo Twitter Brasil. Com base nisso, foi obtido o endereço físico de onde as mensagens eram emitidas.

Por meio desse endereço e consulta a um provedor de internet, foi possível identificar o cliente em nome do qual estava o contrato de internet. Dia 24 de setembro recente, ele foi contatado e consultado sobre o caso. Segundo a ação, na ocasião, surpreso, informou que só quem usava a internet na sua casa eram ele e sua irmã, identificada como Fernanda Andrade. E disse mais: que ela trabalhava “como social media da campanha eleitoral do candidato ao Governo do Estado Sr. Robinson Faria, sendo ela a provável responsável pela criação e alimentação do perfil anônimo em questão, haja vista que sua área de atuação profissional é justamente nas mídias sociais”. 

De acordo com relato apresentado á Justiça eleitoral, ela mesma postou em suas redes sociais que faz parte da “cúpula do marketing da campanha eleitoral do candidato Robinson Faria”. A partir da observação das postagens do perfil investigado, os advogados que entraram com a ação chegaram à conclusão de que havia uma coordenação por trás do serviço. Foi aí que apareceu o nome do empresário e blogueiro Bruno Giovanni, proprietário do “Blog do BG”. 

De acordo com a prestação de contas do candidato Robinson, a empresa C.F. de Macedo Rodrigues ME, de propriedade de Giovanni, teria recebido R$ 140 mil para a gestão das redes sociais durante a campanha. A ligação entre o empresário e Fernanda Andrade, ainda segundo a ação, foi confirmada por Rodrigo Sérvulo, criador do perfil Pinta Natalense no Twitter. Boy Naldinho seria a outra conta utilizada para atingir a imagem de Henrique Alves. Em 29 de setembro passado, os advogados da coligação do candidato do PMDB estiveram com Sérvulo para que ele esclarecesse os motivos das postagens no microblog. Rodrigo Sérvulo confirmou que havia locado o Pinta Natalense para Bruno Geovanni. 

O criador do Pinta disse que desde 2012 deixou de alimentar o perfil, para alugá-lo a pessoas que estivessem interessadas em promover produtos e serviços. Ele teria firmado um contrato com o empresário para que ele usasse a conta até outubro deste ano. No encontro com os advogados, Sérvulo afirmou não saber se Fernanda Andrade comandava o perfil @DepCopaDoMundo, mas disse que sabia que ela trabalhava junto com Giovanni no marketing do candidato do PSD.

A relação com o empresário, segundo Sérvulo, teria sido rompida depois que ele não pagou o aluguel do Pinta Natalense. Um novo contrato teria sido feito junto à empresa Mais Data, através de Mariana Revorêdo em julho deste ano. Rodrigo Sérvulo informou que ela seria a administradora do perfil, mas que quem frequentemente faz as postagens negativas a respeito de Henrique Alves é uma mulher identificada como Ana Cláudia Costa. A Mais Data, segundo a ação apresentada na Justiça Eleitoral, presta serviço à campanha de Robinson Faria (PSD).
Novo Jornal

Nenhum comentário: