sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Primeiro debate mostrou tom agressivo que pautará 2º turno no RN

Foto: Frankie Marcone/Nominuto
Foto: Frankie Marcone/Nominuto
Um segundo turno com candidatos mais agressivos. Pelo menos foi o que deixou claro o primeiro debate deste segundo “round”, promovido pela Band TV na noite desta quinta-feira. A julgar pelas declarações enviadas à imprensa através dos releases das assessorias de Henrique e de Robinson, a intenção de ambos é “não alisar” nesta reta final de campanha. A estratégia adotada por Robinson foi tentar responsabilizar Henrique pela derrota de alguns deputados estaduais e federais. O que disse Robinson? “Nós fomos os vitoriosos nas urnas e chegamos ao segundo turno. A nossa senadora venceu e os nossos deputados estão eleitos. Já os candidatos apoiados por você, mentor do acordão, foram todos contaminados.  O seu acordão contaminou todos os que estavam por perto, inclusive deputados que não mereciam a derrota que o acordão proporcionou a eles”.
Já Henrique preferiu adotar uma estratégia de tentar mostrar para o eleitor que Robinson, na condição de vice-governador e secretário de Recursos Hídricos nada fez pelo Rio grande do Norte, e se fez, produziu muito pouco. O que disse Henrique sobre Robinson?  “Tenho certeza que ninguém entendeu o que o candidato disse. Eu perguntei uma coisa e ele respondeu outra. Ou seja, não fez nada. Ele não apresentou aqui um resultado prático, não apresentou aqui uma realização em favor do Rio Grande do NorteO senhor não disse nada do que fez, nada do que trouxe para o RN e esse cargo custou R$ 10 milhões para não se fazer nada. Eu não estou criticando o modelo de vice-governador, mas o fato de não se fazer nada com um custo de R$ 10 milhões, que é o custo do gabinete, com policiais e assessoria. De resultado prático, nós ouvimos. Nada”.
Marcos Dantas

Nenhum comentário: