terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Empresa que compõe consórcio do Aeroporto Aluízio Alves é alvo de processo de falência

Aeroporto de Natal
A Operação Lava-Jato, que apura corrupção na Petrobras, complicou a situação financeira das maiores construtoras do país. Empreiteiras investigadas pela PF têm tido dificuldades para obter crédito e pagar a fornecedores e funcionários. Algumas já começam a demitir.A informação é do jornal O Globo.
E a Engevix (Que integra o consórcio que gerencia o Aeroporto Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante), por exemplo, é alvo de processo de falência na Vara Cível de Barueri (SP), onde fica a sede da companhia. O processo foi instaurado pela empresa Locar Transportes Técnicos e Guindastes Ltda., que solicitou à Justiça a falência da empreiteira em função de uma dívida de cerca de R$ 895 mil. Foto: Canindé Soares.
Marcos Dantas

Nenhum comentário: