terça-feira, 10 de março de 2015

O CAOS do Hospital Regional de São Paulo do Potengi


    LAMENTÁVEL: 
NO HOSPITAL REGIONAL SÓ EXISTE UM APARELHO DE MEDIR PRESSÃO ARTERIAL PARA TODOS OS ATENDIMENTOS DE  TRIAGENS ,URGÊNCIAS E ENFERMARIAS.
Estive ontem no Hospital Regional de São Paulo do Potengi, com problema de pressão alta, e constatei que, apesar dos esforços dos funcionários para prestar um bom atendimento, os recursos logísticos do hospital são escassos.
Para exemplificar existe somente 01 medidor de pressão, o qual é usado alternadamente entre a enfermaria e no atendimento de triagem, uma verdadeira calamidade.
A médica de Plantão, a qual nos prestou a todos um excelente atendimento, informou que está faltando gases, esparadrapos, medicamentos, que o único exame que está sendo feito na unidade hospitalar  é o Hemograma, aparelhos de RX não está funcionando, enfim, vários instrumentos de tratamento, sem que o governo do Estado tenha dado uma resposta satisfativa acerca desse caos que se encontra o órgão.
Informou também que, juntamente com outros médicos e funcionários já chamou a atenção da população para os problemas, no intuito de explicar que a precariedade do atendimento não é culpa dos funcionários do órgão, mas de falta de recursos, com o fornecimento dos materiais e instrumentos adequados para atender a sempre crescente demanda.
Que as autoridades constituídas, nesse novo governo que prometeu ser o melhor governo de todos os tempos, para solucionar o caótico atendimento hospitalar na região, apesar dos esforços dos funcionários do órgão.
Enquanto isso não acontece, a promessa de certos políticos em palanques, físicos e eletrônicos, acaba sendo apenas fantasia, em choque com um mundo real de caos na saúde pública.

O BLOG COMENTA:
O senhor governador do estado, Robinson Faria, teve uma vitória esmagadora aqui na cidade, apoiado pelo atual prefeito, devendo aquele olhar para o hospital e determinar um pronto atendimento às inúmeras carências pelas quais padecem o órgão, embora seja sua obrigação cuidar da saúde de todo estado, independente de vitórias ou derrotas em determinados municípios.


Riachuelo em Ação

Nenhum comentário: