sábado, 18 de janeiro de 2014

Jornal Destaca a Rentável Punição de Dr Fontes ex-promotor de São Paulo do Potengi

A O Novo Jornal revelou que, passados quase 15 meses desde que foi preso sob a acusação de corrupção passiva, após ter sido flagrado tentando extorquir um empresário em R$ 12 mil em outubro de 2012, os processos abertos contra o então promotor da Comarca de Parnamirim, José Fontes de Andrade, hoje aposentado, ‘adormeceram’ na Justiça Estadual.
Conclusos para decisão desde meados de outubro do ano passado, os autos não recebem atualização há pelo menos um mês. Enquanto não é julgado, o réu goza, mensalmente, do recebimento da monta que equivale, aproximadamente, à soma de 27 salários mínimos – R$ 19 mil – incluindo o repasse da Parcela Autônoma de Equivalência (PAE).
Eis a capa da edição deste sábado (18) do NOVO JORNAL, que destaca o caso do promotor José Fontes de Andrade, que, após ter sido flagrado extorquindo um empresário, foi aposentado e recebe mais de R$ 15 mil por mês.


Fonte: Diário do Potengi

Nenhum comentário: