sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Chave de carro com bafômetro começa ser desenvolvida pela FIAT no Brasil

chave fiatUma chave que só abre o carro se o motorista não ingeriu álcool está em fase final de testes no Brasil e pode entrar em produção no ano que vem. Ela deverá ser vendida como acessório pela Fiat.
Chamado de Fiat Safe Key, o dispositivo faz parte de um projeto de conscientização do risco de beber e dirigir. “Enxegamos que, em alguns casos, não basta apenas criar campanhas. Se queremos fazer com que as pessoas pensem duas vezes antes de beber e dirigir, pensamos que podemos fazer algo no sentido de dar a possibilidade de alguém não poder pegar o carro após beber”, afirmou Fred Saldanha, diretor de criação da agência Isobar, que desenvolveu a campanha e encomendou a chave.
Como funciona

A Safe Key funciona com um mini-bafômetro acoplado (veja no vídeo ao fim da reportagem) e leva cerca de 1 segundo para acusar se o motorista ingeriu ou não álcool. Em caso positivo, uma luz vermelha se acende, e a chave, do tipo canivete, não aparece. Se não houve ingestão de álcool,
a chave é projetada normalmente.

Se o motorista for “enquadrado” pela chave, o aparelho automaticamente envia um sinal via Bluetooth para o celular, que se conecta com um aplicativo de táxis ou envia um SMS para um contato previamente cadastrado, para auxiliar o motorista.
“Nosso maior desafio foi reduzir o tempo de processamento de um bafômetro comum para o da chave. Os aparelhos convencionais, que dão a medida de álcool ingerido, levam por volta de um minuto para dar os resultados. Como só queríamos saber se o motorista bebeu ou não, o tempo de resposta caiu para um segundo”, disse Saldanha.

Natal/RN: Terceira ponte sobre o Rio Potengi deverá ser iniciada ainda em 2015

O governo do Estado deve iniciar ainda em 2015 a construção de uma nova ponte para ligar a Zona Norte de Natal às demais regiões da cidade. A confirmação foi feita durante audiência realizada na manhã desta sexta-feira (28) na Câmara Municipal, onde também foram discutidas a recuperação da Ponte de Igapó e a conclusão dos acessos da Ponte Newton Navarro.
Marcelo Barroso
Audiência na Câmara Municipal de Natal teve a confirmação da obra de uma nova ponte ligando a Zona Norte às demais regiões da cidadeAudiência na Câmara Municipal de Natal teve a confirmação da obra de uma nova ponte ligando a Zona Norte às demais regiões da cidade

Através de sua assessoria de comunicação, a CMN informou que foi aprovado recentemente um projeto para uma nova ponte, sugerindo sua construção na altura do viaduto do Baldo, entre os bairros do Alecrim e Cidade Alta. O custo da obra seria de aproximadamente R$ 1 bilhão, segundo estimativas do governo do Estado.

Outras duas propostas também foram apresentadas para tentar ampliar o acesso à zona Norte de Natal. Uma delas prevê a construção de uma ponte a partir da avenida Capitão-mor Golveia, com custo de R$ 100 milhões. A outra foi apresentada pelo diretor do Departamento de Estradas de Rodagens do RN (DER), partindo da KM 6, entre Natal e Macaíba, passando sobre o o rio Jundiaí-Potengi. Esta teria a extensão de 70 metros e custo total de R$ 40 milhões, sendo R$ 17 milhões para a obra e os outros R$ 23 milhões para adequações na rodovia RN-160. "Vai desafogar o trânsito na ponte de Igapó, na BR 406 e estimular o turismo religioso em São Gonçalo do Amarante. Mesmo assim ainda será preciso, futuramente, uma outra ponte sobre o Rio Potengi para a Zona Norte", explicou o responsável pelo DER.

Primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara, o vereador Luiz Almir defendeu a construção de uma nova ponte, lembrando que é preciso facilitar o acesso ao Aeroporto de São Gonçalo do Amarante. "Temos um dos maiores aeroportos do Brasil e precisamos de acessos. A população da região Norte sofre com a falta de mobilidade nas pontes. Que seja na Mor Golveia, no Viaduto do Baldo ou em Macaíba, mas que beneficie a região Norte. Nós aprovamos nesta casa o projeto e o governador disse em campanha que vai fazer, agora é hora de cobrar", disse o primeiro-secretário. De acordo com o secretário adjunto de Trânsito de Natal, Walter Pedro, na ponte de Igapó registra-se picos de 78 mil veículos por dia, quando tanto ela quanto a ponte Newton Navarro, que registra 38 mil veículos diariamente, têm capacidade para 60 mil.


Tribuna do Norte

Justiça determina interdição do presídio de Caicó

zz foto 8


A justiça do Rio Grande do Norte determinou na tarde desta quarta-feira(26), a interdição da Penitenciária Estadual Desembargador Francisco Pereira da Nóbrega, o “Pereirão”. A determinação foi do juiz da Vara Criminal de Caicó, José Vieira de Figueiredo Júnior. Desta maneira, o presídio não pode receber novos presos.
A portaria foi publicada na edição desta quarta-feira (26), do Diário da Justiça. Segundo o juiz, caso a determinação seja descumprida, será fixada uma multa de R$ 1 mil por cada preso.
Nos últimos dias, o presídio passou por diversos motins, que deixaram um detento morto e outros feridos, além da depredação física da penitenciária. A disputa pelo controle interno dos presídios entre facções criminosas teria motivado a Secretaria Estadual da Justiça e Cidadania (Sejuc) a iniciar as transferências de presos entre as principais unidades do sistema prisional do Rio Grande do Norte, que atualmente possuem 7.735 apenados.
A medida começou pela realocação de 71 presos do presídioestadual Desembargador Francisco Pereira da Nóbrega, o “Pereirão”, em Caicó, na região do Seridó, onde foram registrados dois motins entre a segunda-feira (24) e a madrugada da terça-feira (25). No presídio, a guerra entre o Primeiro Comando da Capital (PCC), grupo originário do sul do país, e o Sindicato do Crime do RN, levou ao assassinato do presidiário Fábio Júnior da Silva Patrício, o “Bolinha”, na madrugada de segunda-feira (24). Três outros presos ficaram feridos. 

Com informações da Tribuna do Norte



Novo exame detecta o retorno do câncer de mama 8 meses antes

Um novo exame de sangue, ainda em fase de estudos, conseguiu detectar a reincidência do câncer de mama oito meses antes das primeiras evidências aparecerem em exames convencionais. O teste usa uma tecnologia que rastreia o DNA alterado e procura por traços dessa mutação no sangue antes que as células se transformem no tumor. O estudo foi realizado por pesquisadores do Instituto para Pesquisa do Câncer, na Grã-Bretanha e publicado recentemente na revista científica Science Translational Medicine.
A grande vantagem de se detectar a reincidência com antecedência é iniciar antes tratamentos como a quimioterapia, aumentando a chance de sobrevida. No estudo, os cientistas acompanharam 55 mulheres que já tinham tido câncer de mama e haviam sido tratadas com cirurgia e quimioterapia. Após o fim do tratamento elas se submeteram ao novo exame de sangue a cada seis meses para rastrear possíveis vestígios do tumor.
Algumas mulheres tiveram o DNA cancerígeno detectados logo após o tratamento, mostrando que a doença ainda estava em algum lugar em seu corpo. Em outros casos, os traços apareceram com o passar do tempo. A recidiva acontece quando a cirurgia e a quimioterapia não conseguem retirar todo o tumor ou se ele já tiver se espalhado para outras partes do corpo.
Em geral, as pacientes com exames de sangue positivo para o DNA mutante do câncer tinham 12 vezes mais probabilidade de ter uma reincidência metastática, quando comparado àquelas que apresentaram resultados negativos. O teste também previu a volta do tumor cerca de oito meses antes dele conseguir ser rastreado por meio de exames convencionais.

Neste sábado terá a primeira Superlua de 2015

São Paulo 08/09/2014 Superlua vista desde o centro da cidade . Foto Paulo Pinto/Fotos Publicas
O sábado(29) terá o céu diferente. A lua cheia prevista para o dia será, na verdade, a primeira “superlua” de 2015. O fenômeno acontece quando a fase da lua cheia ocorre no momento em que a lua está em seu trecho de órbita mais próximo da terra, o que dá a impressão de que ela está maior e mais brilhante do que habitualmente.
Esse fenômeno, conhecido como Perigeu, ocorre quando a Lua fica a menos de 360 mil quilômetros do planeta. No oposto, o Apogeu, esta distância fica acima dos 400 mil quilômetros.
No sábado, a expectativa é que a lua esteja a 358.289 quilômetros de distância da Terra, o que fará com que ela esteja, aproximadamente, até 13% maior do que o habitual em fase de lua cheia.
Ainda neste ano, há a previsão de que ocorram mais duas superluas, nos dias 28 de Setembro e a 27 de Outubro, com a distância prevista entre Lua e Terra de 356.876 quilômetros (setembro) e 358.463 quilômetros (outubro).

População do Brasil cresce e chega a cerca de 204 milhões de habitantes, estima IBGE

6juzd4ftlv_7zn4k0khbe_fileO DOU (Diário Oficial da União) traz nesta sexta-feira, dia 28, as mais novas estimativas da população brasileira feitas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Pelos novos números, o País já conta com mais de 204 milhões de habitantes.
Em 2010, eram 190.755.799 de habitantes, segundo o órgão.
Entre outros objetivos, as estimativas feitas pelo IBGE são usadas para o cálculo das cotas do Fundo de Participação de Estados e municípios. Os dados têm data de referência em 1º de julho de 2015 e estão organizados por Estados, Distrito Federal e municípios.
Concentração
A pesquisa do IBGE também apontou 56,1% da população vive em 304 das 5.570 cidades do País. São 114,6 milhões de habitantes que vivem em apenas 5,5% dos municípios.
O País também conta com 41 municípios com mais de 500 mil habitantes, concentrando 29,9% da população (61,2 milhões de habitantes). Já as cidades com até 10 mil habitantes (44% dos municípios) contam com apenas 6,3% da população (1,4 milhão). São 2.451 municípios nestas condições.
Regiões metropolitanas
As RMs (regiões metropolitanas) do País concentram, em 2015, 45,6% da população brasileira. A maior é a RM de São Paulo, com 21 milhões de pessoas, cerca de metade da população de todo o Estado. Em seguida, as RMs com maior número de habitantes são a RM do Rio de Janeiro (12 milhões), RM de Belo Horizonte (5,8 milhões), RM de Porto Alegre (4,2 milhões) e a Ride (Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno), com 4,2 milhões de habitantes.
Redução
De todos os municípios brasileiros, 24,5% apresentaram redução populacional entre 2014 e 2015. O município que mais perdeu habitantes, proporcionalmente, foi Severiano Melo (RN), com -9,01%, seguido de Japurá (AM), com -8,47%.
Apenas 65 municípios apresentaram crescimento superior a 3,0%. Os demais apresentaram crescimento abaixo desta taxa. A cidade com a maior taxa de crescimento entre 2014 e 2015 foi Brejo de Areia (MA), com elevação de 113,72%, seguido de Juazeiro do Piauí (PI) (11,23%) e Banzaê (BA) (9,17%). Os três municípios tiveram mudanças em seus limites territoriais, o que contribuiu para a elevação no número de habitantes.
Veja quais são as maiores cidades do Brasil em 2015 clicando aqui.

R7, com Estadão

Governo vai usar cortes de ministérios para afastar quem votou contra ajuste fiscal




A presidente Dilma Rousseff vai aproveitar a reforma administrativa que está em fase de
elaboração no governo para recompor a base aliada, dando a chance de partidos fiéis ganharem mais espaço e despachando os infiéis da Esplanada. Segundo um auxiliar que participa dessas tratativas, este seria o momento de trocar o ministro do Trabalho, Manoel Dias, do PDT, partido que votou de forma unânime contra matérias do ajuste fiscal que o governo enviou para o Congresso. Dilma também estuda dispensar ministros sem afinidade com as pastas e que não conseguem garantir fidelidade de suas bancadas, como o do Esporte, George HILTON (PRB).
Por outro lado, a presidente deve premiar quem fez a diferença nesse momento de crise política, caso do ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha. Sua pasta será extinta e ele deve assumir um ministério dos Transportes turbinado com Aviação e Portos. Segundo um ministro, Dilma não deixará aliados fiéis na chuva. Ela já começou a conversar com ministros e seguirá as negociações chamando caciques dos partidos aliados. Está vendo caso a caso quem perderá espaço. No caso de um ministério estar na mira, mas o aliado se opor radicalmente ao fim da pasta, Dilma poderá desistir do corte, buscando compensação em outra área. O ministro da Micro e Pequena Empresa, Afif Domingos, por quem Dilma tem grande apreço, poderia, por exemplo, assumir o Sebrae.
Um interlocutor contou ao GLOBO que a presidente está correndo contra o tempo para desfazer o mal-estar causado pelo anúncio do corte sem o detalhamento das pastas. Além de mudanças no primeiro escalão, o governo fará fusões de empresas e agências. A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) deverá ser fundida à Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Está previsto o mesmo caminho para o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), Dataprev e DataSUS. Banco Central, Controladoria Geral da União (CGU) e Advocacia Geral da União (AGU) devem perder o status de ministério.
Uma parte da redução de ministérios terá pouco impacto financeiro pelas características da pastas que serão extintas ou fundidas a outros órgãos. Num esboço discutido internamente, ao qual o GLOBO teve acesso, das dez pastas, quatro apenas perderão o status, mas continuarão existindo com o mesmo orçamento, número de funcionários e gastos com custeio. São elas, o Banco Central, a AGU, a CGU e o Gabinete de Segurança Institucional. Nestes casos, o enxugamento prometido pelo governo se dará apenas na troca de denominação.

O Globo

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Lagoa de Velhos/RN: Secretaria de Saúde dá inicio ao Programa Anti-tabagismo


A Prefeitura Municipal de Lagoa de Velhos, através da Secretaria Municipal de Saúde, realizaram ontem(25), uma importante reunião de iniciação ao Programa Anti-tabagismo, o evento contou com 36 fumantes e segundo a Secretária de Saúde Ana Araújo, a reunião foi bastante proveitosa.
"Discutimos os malefícios do cigarro, as vantagens e benefícios em parar de fumar, explicamos como será o funcionamento do programa e os tratamentos disponíveis em nosso serviço de saúde, ao final todos puderam esclarecer suas dúvidas e decidiram aderir ao programa". Disse Ana.




Empresas enroladas na Lava Jato bancaram o filme de LULA

A devoção de empreiteiras ao ex-presidente Lula coincide com o início do “petrolão” em seu governo. Enquanto montavam os esquemas revelados pela Operação Lava Jato, Odebrecht, OAS, Camargo Corrêa e Estre Ambiental financiavam “Lula, o filho do Brasil”, filme de 2010 que bajula o político do PT. E faturariam mais de R$ 6,8 bilhões entre 2004 e 2015 na era Dilma, segundo o Portal da Transparência.
A empresa de Marcelo Odebrecht, preso na Lava Jato, foi a que mais faturou no governo Dilma: quase R$ 3,9 bilhões.
A Estre Ambiental, uma das patrocinadoras do filme, é acusada de pagar propina de R$1,4 milhão ao ex-diretor Paulo Roberto Costa.
A JBS Friboi, maior financiadora da campanha eleitoral de 2014, e até a EBX, do ex-bilionário Eike Batista, deram dinheiro para o filme.
A cervejaria Brahma ajudou a bancar o filme. “Brahma” foi o codinome usado pelo ex-presidente da OAS Leo Pinheiro para se referir a Lula.

Diário do Poder

Momento solidariedade

IMG-20150825-WA0118

Lagoa de Velhos/RN: Prefeitura realiza serviços e recuperação das estradas vicinais do município



A Prefeitura Municipal de Lagoa de Velhos, vem realizando serviços de recuperação das estradas vicinais que dão acesso as comunidades rurais do município, como por exemplo o Assentamento Potengi(Iguatú) e as comunidades de Ligação, Arapuá, Bom Descanso, Jucurí e Monte Alegre
De acordo com o prefeito Igor Araújo, o trabalho de recuperação das estradas rurais tem como objetivo garantir a melhor trafegabilidade e acesso de veículos, e, conseqüentemente o transporte escolar das crianças que necessitam vir das comunidades para estudar na sede do município, gerando assim uma economia bastante significativa em relação a manutenção dos veículos que precisam trafegar por aquelas vias.
Ainda segundo Igor, a demora para o início do serviço de recuperação se deu devido as chuvas que caíram na região, inclusive em nossa cidade, fazendo com que o inicio do serviço fosse adiado.

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Michel Temer tenta evitar ira de Cunha e pede que ele reduza ataques ao governo

CNK6mPEWwAAq5C0O vice-presidente Michel Temer (PMDB) pediu ao presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que reduza os ataques ao governo Dilma, a aliados e até ao Ministério Público. Na conversa que teve com Cunha na última sexta-feira, segundo aliados, Temer tentou acalmar o deputado e argumentar que o estilo “metralhadora giratória” só o prejudicará ainda mais.
A interlocutores, Cunha prometeu ser mais tranquilo, mas avisou que vai reagir para se defender das denúncias do Ministério Público sempre que necessário. Apesar do tom ameno, afirmou a aliados que a oposição e o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Gilmar Mendes estão em seu papel, e que é direito deles dar seguimento a ações contra a presidente Dilma Rousseff.
Cunha disse aos colegas do PMDB que já vem adotando postura de tranquilidade nas votações de projetos da chamada pauta-bomba, que podem aumentar os gastos do governo em época de crise.
Amanhã, a oposição se reunirá com juristas para conversar sobre o ambiente para a apresentação de um pedido de impeachment contra Dilma ao Congresso. Parte dos parlamentares defende a ideia de fazê-lo já. Mas outra parte, após declarações do empresariado a favor da permanência da presidente no cargo, acha que o melhor é aguardar decisão do Tribunal de Contas da União ou do Tribunal Superior Eleitoral.
— A crise é gravíssima, e não podemos agir com irresponsabilidade e muito menos com covardia. Há pessoas com medo da instabilidade, mas de nada adianta admitir um governo sem condições de governabilidade por três anos e meio — disse o vice-líder do PSDB, Marcus Pestana (MG).

O Globo

BR Distribuidora alterou licitação para incluir cartel que lesou Petrobras, aponta auditoria

mi_1689410058801210Auditoria da BR Distribuidora em contratos investigados pela Operação Lava Jato descobriu que a empresa direcionou quatro licitações vencidas pela UTC Engenharia no valor de R$ 574,1 milhões em 2010. Até agora, havia sido descoberto apenas que a empreiteira pagou R$ 20 milhões em propina para ter acesso antecipado a estimativas de preços, o que lhe garantiu apresentar a melhor proposta nos certames.
Mas o relatório de auditoria, finalizado em março deste ano e inédito até agora, apontou, no entanto, que a BR também facilitou a vitória ao substituir uma lista inicial de empresas que seriam convidadas a participar das licitações por outra relação que incluiu empreiteiras do chamado “clube da propina” – que já fraudavam, com a UTC, as licitações na Petrobras.
O resultado da auditoria reforça a tese da força-tarefa da Operação Lava Jato de que as empreitaras investigadas atuavam em conjunto, como um cartel, para lesar a Petrobras e suas subsidiárias.
Um e-mail enviado pelo gerente de Logística da BR na época, Sérgio Barbosa, ao então diretor de Operações, José Zonis, revelou aos auditores que a lista inicial tinha dez empresas que já haviam trabalhado para a BR e que poderiam fazer as obras. A relação que foi à votação continha dez nomes. Mas cinco dos sugeridos inicialmente desapareceram da listagem.
Foram incluídas empresas que estavam fora do cadastro da BR como: Odebrecht, Queiroz Galvão, OAS e Skanksa Brasil. A UTC Engenharia, a Andrade Gutierrez e a Mendes Júnior constavam da primeira relação e foram mantidas entre as convidadas a participar. O atual presidente da BR, José Lima de Andrade Neto, e os diretores à época aprovaram os nomes dos convidados sem contestações durante reunião de diretoria.
Os auditores concluíram que, ao editar a lista inicial de convidados e limitar em dez o número de empresas, a BR direcionou a licitação, uma vez que ao menos 30 empresas teriam condições de prestar os serviços. Os auditores também contestaram justificativa de que foram chamadas apenas empresas de “grande porte”, termo muito amplo que permitiu ao comando da BR colocar ou retirar empresas sem a verificação de condições objetivas.
A auditoria não concluiu quem produziu a lista final de convidados para os certames, mas indicou haver indícios de que o ex-diretor José Zonis teria influenciado a relação final. Além do direcionamento e do acesso antecipado à planilha de preços, a auditoria também diz que a BR, antes de licitar, subiu preços de acordo com os interesses de Ricardo Pessoa.
Segundo a auditoria, não havia controle sobre quem tinha acesso à planilha de valores.
As obras. Sem tradição em grandes obras de infraestrutura, a decisão da BR em fazer as licitações coincidiu com o início da influência na empresa dos senadores Edison Lobão (PMDB-MA), então ministro de Minas e Energia, e Fernando Collor (PTB-AL). O atual presidente, Lima Neto, deixou a secretaria de Petróleo e Gás do ministério para assumir a BR, em agosto de 2009.
Mal Lima Neto se sentou na cadeira, recebeu um telefonema do ex-chefe avisando que dois dos diretores seriam substituídos para dar lugar a José Zonis (Operações) e Luiz Sanches (Rede de Postos), ambos indicados pelo senador Collor. Os únicos mantidos nos cargos na época foram Nestor Cerveró e Andurte de Barros Duarte Filho. Este último, indicado pelo PT.
Ex-presidente da UTC, Ricardo Pessoa disse em delação PREMIADA que pagou R$ 20 milhões a Pedro Paulo Leoni Ramos, amigo de Fernando Collor, para conseguir as obras na BR tocadas na diretoria de Zonis. Zonis, Sanches e Cerveró são hoje investigados na Lava Jato em casos de corrupção na Petrobras.
Um ano e um mês após essa nova configuração na BR, a diretoria da empresa decidiu licitar as obras vencidas pela UTC para construção de tanques de distribuição de combustível no Acre e no Tocantins, além de ampliar os terminais de Duque de Caxias (RJ) e da Amazônia, sob a justificativa de que a demanda por combustíveis havia aumentado. Foram as únicas obras em décadas na empresa, que tem como principal função comercializar e distribuir derivados de petróleo a seus 7,5 mil postos de serviço.
A reportagem não conseguiu localizar Collor e Lobão neste domingo. Collor tem negado as denúncias de que recebeu propina em troca de conseguir contratos na BR Distribuidora. Lobão também refuta qualquer tipo de envolvimento com as irregularidades na Petrobras.

Isto É

FOTO: “Criatura” desenterrada na Índia não é uma montagem fotográfica e a ciência tenta explicar o que seria

167167-1No vilarejo de Bawadi, na Índia, alguns moradores cavavam a terra para construir uma tubulação de água quando encontraram uma “criatura”.
A foto viralizou nas redes sociais, e especialistas afirmam que não há nenhuma edição de imagem. A princípio, muitos acreditaram que a criatura poderia ser um alienígena – para os teóricos de conspiração – ou um tipo incomum de animal. No entanto, após diversas especulações sobre paranormalidade – evidentemente questionável do ponto científico – ou ufologia, foi detectado que a criatura pode ser apenas um feto prematuro que possuía uma doença conhecida como anencefalia.
Para quem não sabe, a anencefalia é a má formação do tubo neural, definida pela ausência parcial do encéfalo e da calota craniana – ocasionada pela falha de conclusão do tubo neural nas primeiras semanas de formação do feto. Logo, a doença é indicada como situações em que se apresentam diferentes níveis de danos encefálicos.
O que se acredita é que tal embrião foi vítima de um aborto e, em seguida, enterrado pela mãe. Já a sua aparência, um pouco diferente de um bebê convencional, se dá pela ausência de gordura – que só se acumula no corpo após o sétimo mês de gestação.

Jornal Ciência