terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

G1: Traição pode ter motivado morte de lutador de MMA em Natal, diz delegado


O delegado que investiga o assassinato do professor e lutador de MMA Luiz de França Sousa Trindade, de 25 anos, morto a tiros de pistola na manhã desta segunda-feira (10) em frente a uma academia na zona Sul de Natal, revelou ao G1 que o crime pode ter sido motivado por uma traição. “Podemos estar diante de um crime passional. Temos informações de que o lutador teria se envolvido com a mulher do tenente. Ela ainda será ouvida”, afirmou Sílvio Fernando, titular da 11ª Delegacia de Polícia Civil. "Mas a possibilidade de vingança, motivada por um desentendimento, também não está totalmente descartada", ressaltou.

O principal suspeito, o tenente da Polícia Militar Iranildo Félix, se apresentou e prestou depoimento no final da tarde desta segunda. Depois, foi liberado. Ele nega participação no crime e afirma ter álibis que comprovam que ele não esteve na academia Alta Perfomance, no conjunto Cidade Satélite, onde Luiz de França foi assassinado.


Nenhum comentário: