sábado, 26 de julho de 2014

Pepeu Lisboa diz que Henrique é o melhor candidato

pepeulisboaNo quinto mandato como prefeito de Passa e Fica, Pedro Augusto Lisboa, o Pepeu(PMDB) comparou os candidatos a governador e decidiu sem titubear por Henrique Alves. “O deputado Henrique Eduardo Alves é o mais preparado e capacitado dos candidatos a governador do Rio Grande do Norte. É quem tem melhores condições de fazer o Rio Grande do Norte, a partir de 2015, alcançar os resultados desejados, positivos e concretos”. Passa e Fica tem 13 mil habitantes, situada no Agreste e na divisa com o estado da Paraíba.
Pepeu foi, durante longos anos, um dos mais importantes aliados do vice-governador Robinson Faria(PSD). O rompimento político ocorreu em 2010, quando Pepeu discordou da aliança de Robinson com a então candidata e atual governadora Rosalba Ciarlini(DEM). Robinson, após sete anos aliado ao Governo Wilma com cargos na gestão, decidiu mudar de lado.
Pepeu apoiou o governador Iberê Ferreira(PSB) e assistiu ao rompimento de Robinson com Rosalba que, hoje, tem o cunhado deputado federal Betinho Rosado(PP) e aliados apoiando a coligação do seu vice.
Para Pepeu, um engenheiro civil que conta com a confiança dos seus eleitores e é reconhecido como um dos mais experientes gestores da região Agreste, o deputado Henrique Eduardo Alves reúne as condições ideais para administrar o Estado. “Ele é bem entrosado, tem grande capacidade de articulação, tem mais experiência na vida pública e no trato com organismos federais e será capaz de realizar as ações que o Rio Grande do Norte precisa neste momento de dificuldades”, completa o experiente.
Pepeu afirma estar tranquilo quanto à opção de apoiar Henrique. “A gente coloca nossa decisão para que o povo faça o seu julgamento. E a opção sempre é feita pensando no melhor para o município, para a coletividade. E a resposta do povo sempre tem sido positiva, apoiando as nossas opções”, destaca o prefeito.
Pepeu elege a Segurança e a Saúde Pública como principais problemas que o futuro governo deverá priorizar em se tratando de Passa e Fica e região. “Na área da segurança pública, a gente está apavorado. Passa e Fica já teve cinco chacinas este ano e duas somente no mês de julho. Precisamos de montagem de barreiras nesta área de divisa com a Paraíba”, observa o prefeito. “Quanto à saúde, o problema é generalizado, os problemas não atingem apenas Passa e Fica mas toda a região e outras partes do Estado”.

Nenhum comentário: