terça-feira, 1 de julho de 2014

TV: Selinho lésbico divide opiniões e não levanta ibope de Em Família

beijo lesbico tv
O beijo entre Clara (Giovanna Antonelli) e Marina (Tainá Müller) não elevou a audiência de Em Família. O capítulo de segunda-feira (30) registrou 29,0 pontos, segundo dados na Grande São Paulo. Na segunda anterior (23), a novela registrou 30,6 pontos. No confronto, a Record marcou 5,1 e o SBT, 4,8. Às 22h06, quando as duas personagens se beijaram, a Globo marcou 30,4 pontos, contra 5,2 da Record e 4,2 do SBT. Não foi o pico de audiência do capítulo, que chegou a 31,5 pontos. Cada ponto equivale a 65 mil domicílios na Grande São Paulo.
A Globo celebrou o primeiro beijo lésbico em suas novelas como uma vitória contra a discriminação. “Pedido de casamento e um SIM como resposta! S2 Beijo Clarina Vencendo O Preconceito”, escreveu o perfil oficial da emissora no Twitter. Nas redes sociais, o beijo dividiu opiniões. Alguns telespectadores elogiaram e parabenizaram a Globo. Outros, porém, criticaram a cena, um selinho simples e rápido.
“Continuem assim, seus lindos!”, elogiou Felipe Scavo. “Ai, me desculpem, mas isso não foi um beijo decente nem aqui, nem na China! Globo, vamos melhorar isso, né? Preconceito ridículo”, criticou Ana Val. “Dou selinhos mais quentes nas minhas tias”, ironizou Rodrigo Brito. O selinho entre Clara e Marina foi gravado na última quinta-feira (26) e divulgado na sexta (27) pela Globo. A cena não estava no roteiro entregue às atrizes e foi alterada na última hora pela emissora. Inicialmente, Marina colocaria a aliança na mão direita da amada e beijaria o anel, não a namorada. Elas se abraçariam, “felizes e muito carinhosas uma com a outra”, como escreveu o autor Manoel Carlos. (Notícias da TV)

Nenhum comentário: