sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Orçamento destinado à Saúde não sofrerá cortes, diz Henrique

henrique saude
O orçamento destinado à Saúde não sofrerá cortes nem contingenciamentos no próximo governo. É o que garantiu o deputado Henrique Eduardo Alves, candidato a governador pela coligação União pela Mudança, ao participar do XIII Congresso de Prefeituras e Secretarias Municipais de Saúde. No evento promovido pelo Conselho Estadual de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS), Henrique abriu a série de apresentações de propostas para o setor, feitas pelos candidatos a governador.
O deputado aproveitou o evento, realizado em um hotel localizado na zona sul de Natal, para assumir um compromisso: por em votação, até o final do seu mandato como presidente da Câmara dos Deputados, o Saúde +10, proposta de lei que estabelece o investimento em saúde de 10 por cento da receita bruta da União.
Ao falar a uma plateia formada em sua maioria por secretários municipais de saúde, o candidato da Coligação União pela Mudança considerou gravíssima a situação da saúde pública. Ele lembrou que a crise da saúde publica é fruto da falta de investimentos. Enfatizou que os municípios, que são os que menos arrecadam, são os que mais cumprem a obrigação constitucional de investimentos em saúde, aplicando em média 22 por cento de seu orçamento mensal. Enquanto isso, a União, que mais arrecada, investe em torno de 4,7 por cento do seu orçamento.
Robson Pires

Nenhum comentário: