domingo, 16 de novembro de 2014

Após piada em WhatsApp, PM faz blitz da Lei Seca e prende 26 em Natal


ten

Responsável por coordenar as operações da Lei Seca na capital potiguar, o tenente da Polícia Militar Styvenson Valentim disse que ficou chateado com uma foto que circulou nas redes sociais na qual ele aparece embarcando, na última quarta-feira (12), para um seminário em Brasília, e decidiu dar uma resposta à provocação. A imagem, de autoria desconhecida, se espalhou pelos grupos de WhatsApp com a seguinte mensagem: ‘Bora beber que o homem viajou… vai com Deus Ten. Steyveson’. Na madrugada deste sábado (15), já com o tenente de volta a Natal, 57 carteiras de habilitação foram recolhidas e 26 motoristas presos por embriaguez ao volante durante fiscalização realizada na Avenida Engenheiro Roberto Freire, na Zona Sul da cidade. “Esta foi a minha resposta”, afirmou aoG1.
Enquanto permaneceu no Distrito Federal, não houve nenhuma fiscalização para coibir crimes de trânsito na capital potiguar. O tenente disse que desembarcou em Natal pouco depois da meia-noite, já na madrugada deste sábado. Meia hora depois, já estava na Avenida Engenheiro Roberto Freire, onde montou a barreira de fiscalização juntamente com o Departamento Estadual de Trânsito. “Estava muito cansado. Mas decidi dar uma resposta ao gaiato que fez a foto e espalhou a imagem. Para mim, isso foi um afronte. Não à minha pessoa, mas à legislação. Se arrisca quem acha que tá liberado beber e dirigir”, rebateu.
O oficial foi fotografado no saguão do Aeroporto Internacional Aluízio Alves. Ele e o comandante geral da corporação, coronel Francisco Araújo Silva, foram a Brasília participar de um seminário internacional sobre segurança no trânsito. O comandante retornou a Natal primeiro, chegando ainda na tarde da sexta-feira (14). Já o tenente, pegou outro voo.
Choro na blitz
Ainda de acordo com o tenente Styvenson, um dos motoristas presos durante a blitz realizada nesta madrugada chorou após soprar o bafômetro e ficar constatado que ele estava sob efeito de álcool. “O rapaz chorou bastante. Tava tão bêbado que inventou um monte de histórias. Disse até que havia sido assaltado. Descobrimos, depois, que ele tinha brigado numa festa, onde encheu a cara”, revelou o oficial.
O rapaz, assim como os outros 25 detidos por embriaguez ao volante, foram autuados na Delegacia de Plantão da Zona Sul da cidade, pagaram fiança e foram liberados. Mesmo assim, responderão criminalmente pelo crime de trânsito, pagarão multa no valor de R$ 1.915,40,  perderão 7 pontos na carteira e ainda terão a CNH apreendida durante um ano.
G1/RN.

Nenhum comentário: