domingo, 2 de novembro de 2014

Em atos pelo Brasil, manifestantes pedem saída de Dilma

forapt
Dois protestos realizados na tarde deste sábado (1º) fecharam vias das zonas sul e oeste de São Paulo. Os atos tiveram motivações distintas: em um em deles, que começou na avenida Paulista, os manifestantes pediram o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e defenderam até a intervenção militar para tirá-la do poder. Já o outro, em Pinheiros, teve como alvo o governador Geraldo Alckmin (PSDB) e a falta de água no Estado.
Convocado pelas redes sociais, o protesto da avenida Paulista começou por volta de 14h no vão do Masp. Segundo a Polícia Militar, cerca de 2.500 pessoas participaram da manifestação. Os presentes pediram o fim do PT, a volta dos militares e fazem ataques a referências comunistas.
O cantor Lobão e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), filho do também deputado Jair Bolsonaro, estavam entre os manifestantes. Às 16h, os manifestantes deixaram a avenida Paulista e seguiram pela avenida Brigadeiro Luís Antônio. O ato foi encerrado por volta de 17h.
Fonte: UOL.

Nenhum comentário: