segunda-feira, 24 de agosto de 2015

FOTO: “Criatura” desenterrada na Índia não é uma montagem fotográfica e a ciência tenta explicar o que seria

167167-1No vilarejo de Bawadi, na Índia, alguns moradores cavavam a terra para construir uma tubulação de água quando encontraram uma “criatura”.
A foto viralizou nas redes sociais, e especialistas afirmam que não há nenhuma edição de imagem. A princípio, muitos acreditaram que a criatura poderia ser um alienígena – para os teóricos de conspiração – ou um tipo incomum de animal. No entanto, após diversas especulações sobre paranormalidade – evidentemente questionável do ponto científico – ou ufologia, foi detectado que a criatura pode ser apenas um feto prematuro que possuía uma doença conhecida como anencefalia.
Para quem não sabe, a anencefalia é a má formação do tubo neural, definida pela ausência parcial do encéfalo e da calota craniana – ocasionada pela falha de conclusão do tubo neural nas primeiras semanas de formação do feto. Logo, a doença é indicada como situações em que se apresentam diferentes níveis de danos encefálicos.
O que se acredita é que tal embrião foi vítima de um aborto e, em seguida, enterrado pela mãe. Já a sua aparência, um pouco diferente de um bebê convencional, se dá pela ausência de gordura – que só se acumula no corpo após o sétimo mês de gestação.

Jornal Ciência

Nenhum comentário: