sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Natal/RN: Terceira ponte sobre o Rio Potengi deverá ser iniciada ainda em 2015

O governo do Estado deve iniciar ainda em 2015 a construção de uma nova ponte para ligar a Zona Norte de Natal às demais regiões da cidade. A confirmação foi feita durante audiência realizada na manhã desta sexta-feira (28) na Câmara Municipal, onde também foram discutidas a recuperação da Ponte de Igapó e a conclusão dos acessos da Ponte Newton Navarro.
Marcelo Barroso
Audiência na Câmara Municipal de Natal teve a confirmação da obra de uma nova ponte ligando a Zona Norte às demais regiões da cidadeAudiência na Câmara Municipal de Natal teve a confirmação da obra de uma nova ponte ligando a Zona Norte às demais regiões da cidade

Através de sua assessoria de comunicação, a CMN informou que foi aprovado recentemente um projeto para uma nova ponte, sugerindo sua construção na altura do viaduto do Baldo, entre os bairros do Alecrim e Cidade Alta. O custo da obra seria de aproximadamente R$ 1 bilhão, segundo estimativas do governo do Estado.

Outras duas propostas também foram apresentadas para tentar ampliar o acesso à zona Norte de Natal. Uma delas prevê a construção de uma ponte a partir da avenida Capitão-mor Golveia, com custo de R$ 100 milhões. A outra foi apresentada pelo diretor do Departamento de Estradas de Rodagens do RN (DER), partindo da KM 6, entre Natal e Macaíba, passando sobre o o rio Jundiaí-Potengi. Esta teria a extensão de 70 metros e custo total de R$ 40 milhões, sendo R$ 17 milhões para a obra e os outros R$ 23 milhões para adequações na rodovia RN-160. "Vai desafogar o trânsito na ponte de Igapó, na BR 406 e estimular o turismo religioso em São Gonçalo do Amarante. Mesmo assim ainda será preciso, futuramente, uma outra ponte sobre o Rio Potengi para a Zona Norte", explicou o responsável pelo DER.

Primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara, o vereador Luiz Almir defendeu a construção de uma nova ponte, lembrando que é preciso facilitar o acesso ao Aeroporto de São Gonçalo do Amarante. "Temos um dos maiores aeroportos do Brasil e precisamos de acessos. A população da região Norte sofre com a falta de mobilidade nas pontes. Que seja na Mor Golveia, no Viaduto do Baldo ou em Macaíba, mas que beneficie a região Norte. Nós aprovamos nesta casa o projeto e o governador disse em campanha que vai fazer, agora é hora de cobrar", disse o primeiro-secretário. De acordo com o secretário adjunto de Trânsito de Natal, Walter Pedro, na ponte de Igapó registra-se picos de 78 mil veículos por dia, quando tanto ela quanto a ponte Newton Navarro, que registra 38 mil veículos diariamente, têm capacidade para 60 mil.


Tribuna do Norte

Nenhum comentário: