terça-feira, 1 de julho de 2014

Plano Real completa 20 anos, a moeda que mudou o Brasil

Há exatos 20 anos, no dia 1º de julho de 1994, eram colocadas em circulação as primeiras cédulas do real. A nova moeda tinha com um de seus objetivos conter a inflação oficial, que apresentou alta de 2.477% ao final do ano anterior. Entre os principais nomes envolvidos na criação da nova moeda, ainda em 1993, estavam o do presidente Itamar Franco e do ministro da Fazenda Fernando Henrique Cardoso, que ganharia a eleição para assumir o comando do Brasil no ano seguinte.

Além dos dois nomes mais citados, também tiveram participação efetiva na criação da moeda o ministro da Fazenda durante as duas gestões de FHC, Pedro Marlan; o assessor especial do ministro da Fazenda ao longo da criação do plano, Edmar Bacha; e o secretário de política econômica adjunto do Ministério da Fazenda, Gustavo Franco. Uma das medidas utilizadas pelos “pais do real” foi a criação da URV (Unidade Real de Valor), que visava corrigir a desvalorização inicial da moeda. A unidade era uma espécie de moeda virtual desenvolvida para ajudar na passagem do cruzeiro real para o real. Na homenagem realizada a Fernando Henrique Cardoso e Itamar Franco em fevereiro, FHC lembrou que o clima tenso prevaleceu no período que antecedeu a instalação do real. 

O real já passa pela sua segunda família. Na primeira delas, lançada em 1994, as características eram semelhantes em todas as moedas, com alteração somente dos tamanhos. Já na segunda família, as moedas colocadas no mercado em 2002, ganharam cores diferentes e brilho adicional. Já na parte das cédulas, a reformulação aconteceu em 2010, quando entraram em circulação as novas notas de R$ 50 e R$ 100.  Dois anos mais tarde foram reformuladas as notas de R$ 10 e R$ 20. As cédulas de R$ 5 e R$ 2 foram as últimas novidades e entraram no bolso da população, em 2013.

Apesar da modificação, as moedas emitidas na primeira geração continuam aceitas, com exceção dos extintos R$ 0,01 (moeda) e R$ 1,00 (cédula), que foi substituído pela moeda com borda dourada, devido ao custo que diminuí devido à maior durabilidade das moedas.

Nenhum comentário: