quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Prefeituras alertam que serão seriamente impactadas pelo reajuste do piso dos professores

dinheiro 3O reajuste anunciado pelo MEC de 13,01% foi calculado com base nos mesmos critérios dos anos anteriores, elevando o valor do piso de R$ 1.697,39 em 2014 para R$ 1.918.16 em 2015.
O presidente da Confederação, Paulo Ziulkoski, lembra que as contas municipais enfrentam uma das piores crises da história e serão seriamente impactadas pelo reajuste do piso dos professores.
A CNM reitera sua posição em defesa da aprovação, pela Câmara dos Deputados, do Projeto de Lei 3.776/2008, do ex-presidente Lula, que adota o INPC como critério para atualização anual do valor do piso nacional do magistério. O reajuste do piso nacional de professores em 13,01%, aumentando para R$ 1.917,78, deixará mais de 80% dos municípios do Rio Grande do Norte acima do limite da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A informação foi repassada ao Jornal Defato pelo presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), Benes Leocádio.

Nenhum comentário: