sábado, 14 de março de 2015

Mais de 1.200 pessoas se reúnem em manifestação pró Dilma em Natal

159226
A manifestação em defesa da democracia e da Petrobras, marcada para a tarde desta sexta-feira (13) reuniu mais de 1.200 pessoas em frente a Catedral Metropolitana de Natal, segundo estimativa da Polícia Militar. Mesmo com a movimentação intensa de pessoas no protesto e o bloqueio de várias ruas, o comércio da Cidade Alta funcionou normalmente.
A segurança do ato foi feita pela Polícia Militar, usando viaturas e o helicóptero Potiguar I, e agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU), que acompanharam a movimentação para orientar motoristas e desviar o trânsito.
O protesto, em defesa da Petrobras e da democracia, aconteceu em todas as capitais do país. O Levante Popular, do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) são alguns dos movimentos populares que integraram a movimentação. Políticos potiguares, como a senadora Fátima Bezerra, o deputado estadual Fernando Mineiro e o vereador de Natal Fernando Lucena, participaram do ato.
Segundo Fátima, o ato foi a favor da presidenta Dilma Rousseff, da democracia e da reforma política. Ela afirmou, que os brasileiros têm o direito de se manifestar, mas que Dilma foi eleita democraticamente e não existe motivo para um impeachment.
A senadora também defendeu as investigações de atos de corrupção na Petrobras, mas defendeu que a estatal fosse preservada. “Uma coisa é a atitude de dirigentes irresponsáveis, isso tem que ser punido. Outra coisa é a preservação da Petrobras”, disse.
Com informações da Tribuna do Norte.

Nenhum comentário: