sexta-feira, 17 de abril de 2015

Lagoa de Velhos/RN: Município intensifica combate à dengue


Devido ao número dos casos de dengue em Lagoa de Velhos, a Secretaria Municipal de Saúde solicitou à 5ª Unidade de Saúde Pública (Ursap) o carro fumacê para ajudar no combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue e febre chikungunya.

De janeiro até meados de abril, a coordenadora de epidemiologia do município, Tatiana Nagano, informou que foram notificados 65 casos de dengue, sendo sete confirmados e quatro descartados. Os outros aguardam resultado das sorologias enviadas ao Laboratório Central (Lacen) que pode demorar até 60 dias para chegar visto o grande número de exames realizados em todo o estado.

“É importante procurar o serviço de saúde para coletarmos a amostra de sangue e fazermos a sorologia que é o exame que detecta a doença”, disse a enfermeira.


Nos últimos dias várias pessoas relataram através das redes sociais e na unidade de saúde o aparecimento de manchas vermelhas pelo corpo, dores nas articulações e dor de cabeça, entre outros sintomas. Para fazer o exame para saber se está com dengue o paciente deve procurar a Unidade Mista de Saúde Genoveva Ferreira da Silva a partir do 5º dia do início dos sintomas, enquanto que o exame para Chikugunya somente a partir do 20º dia.

Infelizmente a situação está crítica não apenas em nosso município, o próprio secretário estadual de saúde, Ricardo Lagreca, decretou epidemia de dengue no RN. Com o decreto, em função do aumento significativo no número de notificações no RN, o secretário Lagreca disse que a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), intensificará as ações de combate à doença. A subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica divulgou a nota técnica nº 02/2015 em que explica aos profissionais de saúde como devem proceder visto que os sintomas das duas doenças são bem parecidos.

Mas o trabalho mais eficaz no combate à dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante lembrar de não acumular água em latas, tonéis, pneus, vasos de plantas, jarros de flores, garrafas e caixas d'água.

Nenhum comentário: