terça-feira, 8 de setembro de 2015

Dilma admite que parte da crise é fruto de gastos do governo

Presidente Dilma Rousseff (Foto: Reprodução)
No pronunciamento em comemoração ao Dia da Independência, a presidente Dilma Rousseff, admitiu que as dificuldades que o Brasil enfrenta são resultado de um “longo período” de alta nos gastos do governo. Ela disse que será necessário rever todos os programas e reconheceu que o remédio para resolver o problema é “amargo”. Mas, segundo ela, é indispensável para levar à retomada do crescimento. O discurso na rede social (Facebook) foi uma opção para evitar possíveis protestos da população, como os frequentes panelaços.
— As dificuldades e os desafios resultam de um longo período em que o governo entendeu que deveria gastar o que fosse preciso para garantir o emprego e a renda do trabalhador, a continuidade dos investimentos e dos programas sociais. Agora, temos de reavaliar todas essas medidas e reduzir as que devem ser reduzidas — disse a presidente, acrescentando:
— Se cometermos erros e isso é possível, vamos superá-los e seguir em frente. Quero dizer a vocês, alguns remédios para essa situação, é verdade, são amargos, mas são indispensáveis. As medidas que estamos adotando são necessárias para botar a casa em ordem, reduzir a inflação, por exemplo, nos fortalecer diante do mundo e conduzir o mais breve possível o Brasil à retomada do crescimento.

O Globo

Nenhum comentário: