quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Riachuelo/RN: Prefeitura reduz subsídios próprios e do primeiro escalão



A prefeita de Riachuelo, Mara Cavalcanti, na entrevista que concedeu à Web Rádio São Paulo, na última terça-feira, 22 setembro, informou que, devido à grave crise econômica que assola o país, atingindo também estados e municípios, vai aplicar medidas de contenção de despesas, a exemplo do que vem ocorrendo em municípios vizinhos, como São Paulo do Potengi e Elói de Souza, dentre outros.
As medidas consistem, em caráter provisório, na redução dos salários dos servidores públicos do primeiro escalão, incluindo aí o da própria prefeita e dos secretários municipais, redução essa que será em 20 % (vinte por cento) dos seus subsídios. As medidas não atingirão os subsídios do atual vice-prefeito, Caetano Sena, o qual não concordou com a redução e fez uma série de exigências não acatadas pelo município, como o pedido de demissão de cargos comissionados, essenciais para a manutenção da prestação dos serviços.
Alertou a prefeita, contudo, aos atingidos pelas medidas, que se trata de decisão em caráter provisório, e de que tão logo o país consiga sair da crise, o que vai acontecer, se Deus quiser, a redução nos subsídios será cessada.
A prefeita, ainda, agradeceu a todos que aceitaram as medidas, elogiando a compreensão, o bom senso, a solidariedade, o verdadeiro espírito público, cientes de que o País está atravessando uma grave crise econômica, cuja saída desse tempo sombrio depende da colaboração de todos os brasileiros.

Riachuelo em Ação

Nenhum comentário: