segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Três delegados serão nomeados para investigações da morte de ex-mulher de tenente


O delegado geral de Polícia Civil, Ricardo Sérgio, deve publicar na edição desta terça-feira (18) uma portaria nomeando os delegados Sheila Almeida, Matheus Trindade (titular da Defur) e Emerson Valente (Deprov) para auxiliar o delegado de Macaíba, Normando Feitosa, nas investigações do assassinato da estudante de direito Izânia Maria Bezerra Alves, morta a tiros na tarde desse domingo. A vítima era ex-mulher do tenente da PM Iranildo Félix da Silva, principal suspeito pela morte do lutador de MMA Luiz de França.

A portaria também vai determinar que o Núcleo de Inteligência da Polícia Civil do Rio Grande do Norte auxilie o delegado Silvio Fernando , titular da 11ª DP da capital, nas investigações do assassinato do professor e lutador Luiz de França, morto a tiros em frente a uma academia em Cidade Satélite.


O crime aconteceu em uma estrada carroçável na zona rural de Macaíba, município da Grande Natal. Segundo o tenente, ele e a ex-mulher, Izânia Maria Bezerra Alves, estavam a caminho da granja onde ele alugou para se esconder após receber ameaças, quando foram abordados por dois homens em uma moto. A mulher teria reagido ao assalto e acabou baleada na cabeça, enquanto Iranildo, que estava usando um colete a prova de balas, ficou ferido na região do abdômen.

Izânia Alves foi sepultada no fim da tarde desta segunda-feira (17) no cemitério público de Macaíba. Segundo seu pai, ela mantinha um relacionamento amigável com Iranildo Félix após a separação, mas não informou que sairia com ele antes do crime.


Nenhum comentário: